27 abril 2007

Superação

A Gazeta do Povo se supera novamente. Ao divulgar, na sua edição online de hoje, a matéria sobre sessão da Comissão de Constituição e Justiça do Senado que discutiu o projeto de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, o jornal deu uma abordagem cômica para o assunto, revelando sua total falta de responsabilidade para passar informações ao público. Segue a reportagem e o conteúdo do email que acabo de enviar para a redação desse jornal.
____________________________________________________________________

BRASIL SENADO 27/04/2007 - 13h01
Interpretação de Suplicy arranca gargalhadas "Pá, pá, pá", gritou senador ao simular tiros de um revólver. Ele estava na sessão da comissão que aprovou a redução da maioridade penal
O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) arrancou risos dos colegas senadores na quinta (26) ao interpretar os versos de "O Homem na Estrada", canção do grupo de rap paulistano Racionais Mc's.
O senador estava na sessão da Comissão e Constituição e Justiça que discutia o projeto de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. A comissão aprovou a proposta por 12 votos a 10. O voto de Suplicy foi contrário à redução da maioridade.O momento em que o senador paulista provocou mais gargalhadas foi quando interpretou disparos de um revólver."Pá, pá, pá", gritou, gesticulando e virando-se bruscamente para trás como se tivesse uma arma na mão.O presidente da comissão, senador Antonio Carlos Magalhães (DEM-BA), não se conteve e também riu. Arthur Virgilio (PSDB-AM) levantou as mãos ao alto e depois aplaudiu.

____________________________________________________________________
Aos senhores editores.

A Gazeta do Povo me envergonhou mais uma vez. Uma infelicidade tremenda me envolve todas as manhãs quando leio este jornal, mas impressiona como a cada dia as matérias estão piores. As notícias, claramente parciais e influenciativas, atingiram, nos últimos dias, até mesmo o caderno de esportes. Mas hoje passaram dos limites. Indignou-me a abordagem dada a matéria que trata da maioridade penal e do posicionamento do Senador Eduardo Suplicy sobre o tema. Essa é uma questão das mais importantes para o país. Isso não pode ser encarado como piada. A Gazeta é o maior jornal do Paraná e tem que começar a se portar como tal, com o mínimo de responsabilidade para com o exercício da função jornalística. Essa música (ou rap, como queiram), possui uma mensagem clara, que não tem nada de cômica. O que deveria ser divulgado é como parlamentares, em meio a crise de violência na qual vivemos, têm coragem de rir de uma coisa dessas. Parece que os senhores estão brincando com a paciência dos seus leitores. Espero que isso se torne uma crítica construtiva. Cordialmente, Alexandre Nasser de Melo

2 comentários:

Bráulio disse...

Não é de hoje que a Gazeta do Povo comete falhas como essa, e se você procurar um pouco mais, não duvido que tenha um erro gramatical na matéria. É impressionante a quantidade de erros que esse pasquim comete.

Bráulio disse...

Erros de Português principalmente.