07 agosto 2007

Aniversário

Há 62 anos, o mundo presenciava o maior atentado terrorista da sua história. Às 8h15 do dia 6 de Agosto de 1945, os americanos lançaram sobre a cidade de Hiroshima, no Japão, a bomba atômica. Incontáveis feridos e 100mil pessoas mortas. Além disso, o mundo descobria o sofrimento e a desgraça da radiação nuclear.

Max Desfor, em 06.08.1945




"Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa, da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor, sem perfume
Sem rosa, sem nada."
A Rosa de Hiroshima
de Vinícius de Moraes e Gerson Conrad

3 comentários:

MRF disse...

Aquando do Mundial de futebol fiz uma série de posts com referência a aspectos da cultura dos países que jogavam nesse dia. Fragmentos de arte que por vezes se uniam. Este foi o do jogo entre o Japão e o Brasil:

http://divasecontrabaixos.blogspot.com/2006/06/mundial-12.html

E gosto muito do teu desassossego! ;)

Bráulio disse...

A lembrança deste acontecimento trágico é triste, mas se faz necessária, para que não esqueçamos o poder ilimitado que o ser humano tem de destruir seu semelhante.

Bráulio disse...

Gostei de saber que foi o Vinicius que escreveu este poema.