13 março 2007

Transposição

Muito bom o texto de Leonardo Boff.
Segue algumas partes:
"O governo, através do Ministério da Integração Nacional, declarou que "vai sair do campo da retórica" e já vai proceder a licitação das obras, orçadas nesta etapa em R$ 100 milhões, em vista da transposição do Rio São Francisco. Derrubadas as liminares na Justiça, dissuadido o bispo que fez greve de fome (dom Luiz Flávio Cappio) e com o discutível aval do Instituto Brasileiro de Agricultura e Meio Ambiente (Ibama), pretende o governo realizar agora a transposição. O argumento de base é emocional: "Não se pode negar uma caneca de água a 12 milhões de vítimas da seca". É exatamente no afã de dar água ao triplo de vítimas da seca que se deve questionar o projeto. Baseio meus dados num artigo publicado no dia 23 de fevereiro, em O Estado de São Paulo, do respeitável jornalista Washington Novaes: Um novo desfile e a mesma fantasia e em outras fontes."
Fonte: leia na integra no site Agência Carta Maior, em 13/03/2007.

Um comentário:

Bráulio disse...

Esse é um problema que eu, como muitos aqui do Sul, não tenho muito conhecimento. Pelo que vejo me parece ser algo muito bonito na teoria, mas na prática, tem consequencias danosas que superam os seus benefícios.
Só que representa uma oportunidade boa para a abertura de um novo ralo que esvai o dinheiro público.